A CONSTRUÇÃO DO GÊNERO NA PUBLICIDADE: DA INFÂNCIA À FASE ADULTA

_-_-

Quem acompanha o blog sabe que tempos atrás fiz uma publicação sobre um ensaio fotográfico com base nas discussões de gênero e mídia, que buscava desconstruir padrões sociais, auxiliando a sociedade a desmistificar rótulos que são encontrados em diversas propagandas publicitárias, seja em bebidas alcoólicas, produtos de limpeza e até mesmo brinquedos infantis (Clique aqui para ver o trabalho anterior).

Com o aprimoramento do assunto, nosso grupo de faculdade decidiu refazer o trabalho ampliando um tema já abordado no antigo ensaio, discutindo dessa vez a importância de propagar ideias e mensagens menos estereotipadas e preconceituosas no universo infantil. Em pleno ano de 2015 ainda encontramos propagandas que retratam ambientes determinados para cada tipo de pessoa, como a posição que o homem ou a mulher devem ocupar para terem um papel na sociedade ou o que é considerado brinquedo “de menino” ou “de menina”.

É nesse elo que entra a discussão de gênero, pois para criar essa ligação entre consumidor e produto, alguns publicitários geralmente buscam fortalecer um sentimento já existente. Nesse momento, entram as relações de poder, as distinções entre homem e mulher, menina e menino, ou seja, os estereótipos construídos na sociedade há séculos, que visam estabelecer uma imagem preconceituosa e determinante dos gêneros.

Porém, se a fotografia publicitária não se baseasse em padrões socialmente estabelecidos e buscasse embasar suas propagandas em temáticas cogentes a nossa atual realidade, isso sem dúvida causaria a desconstrução de certos conceitos e estimularia diálogos e discussões mais saudáveis e menos preconceituosos. Foi justamente o que apresentamos no trabalho em questão.

***Micx – Brinque como quiser: Marca elaborada para  ilustrar a propaganda proposta, fazendo a inclusão da criança em todos os brinquedos infantis, onde a mesma pode escolher com o que deve brincar.

Veja o resultado final: (Clique na imagem para ampliá-la)

Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes; Departamento de comunicação Social.

Trabalho apresentado no Intercom Nordeste 2015 – Natal / RN

Orientador: Prof. Me. Jô Fagner

Produção: Anthony Mateus, Celinna Carvalho, Iane Marie, Igor Duarte, Mickaelly Raiane.

Edição e fotografia: Mickaelly Raiane

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s