Você sabe o que é remix?

Tai algo que (quase) ninguém parou para pensar, um assunto bastante interessante e abrangente que aprendi em uma dessas palestras na faculdade. Você sabe o real sentido do remix? De acordo com nosso lindo e amado Wikipédia, remix é:

remix 1

Porém, meus caros, antes de pensarem que remix é só aquele “tum tss tum tss tum” que toca em baladas por ai, vamos a mais algumas definições. Nós estamos em uma época onde compartilhamos e editamos obras praticamente toda hora, mesmo sem perceber, principalmente por meio das redes sociais, que facilita bastante a divulgação de qualquer conteúdo. A cultura do remix é um termo que engloba tudo isso, é uma espécie de manipulação, que acontece não só na música, mas em diversas mídias misturando duas ou mais fontes. Por ser um assunto amplo, vou citar alguns exemplos para clarear a cachola de vocês.

Levando para o universo geek temos as fan-fictions, onde leitores ou fãns recriam finais de livros, filmes, animes e por ai vai, acrescentando algo que não aconteceu na verdadeira obra.  Já nas artes plásticas temos o grafite, que tem uma variedade enorme de temas em apenas uma obra.  O wikipédia também é um bom exemplo a ser dado sobre a cultura do remix, por ter um conteúdo composto por várias referências, artigos e links, uma enciclopédia livre, onde todo mundo pode mudar ou acrescentar qualquer informação. Na internet, podemos ver várias imagens sobrepostas por outras ou modificadas, chamadas de memes. E claro, não podemos esquecer da música eletrônica, onde os Dj’s criam suas faixas entrelaçando uma melodia na outra.

remix 2

Tá vendo só como isso é mais presente em nosso mundo do que imaginamos. No final das contas até mesmo esse post pode ser considerado um remix, já que mistura informações de diversas partes, sejam aprendidas em sala de aula ou vasculhando sites por ai.

Porém, há um grande debate de valores sobre o tema, apresentando várias opiniões contrárias e a favor.  Há quem considere uma forma de plágio, por não criar ou produzir a arte, apenas complementa-la, deixando assim de ser original, outros defendem que o remix capacita os consumidores a serem produtores ativos em sua própria cultura, além inovadores. E você, de que lado fica?

E para os que curtiram o assunto, ai está uma indicação de música bem remixada, Jay Z e The Beatles. Escute aqui o álbum The Grey completo!

remix 3

Agradeço ao Professor Americano David Gunkel, pelo conhecimento obtido sobre o tema, apresentado em uma de suas palestras sobre tecnologia, comunicação e ética.

Mickaelly Raiane

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s